sábado, 28 de janeiro de 2012

Programação semanal de palestras no Centro Espírita Semente Cristã


31.01 - Terça-feira - 19:30h

Todo aquele que busca apenas a posse, o ter e o reter, permanece vazio de sentimentos – Rameiro
03.02 - Sexta-feira - 19:30h
Cap. V - Bem aventurados os aflitos – item 1 a 13 – Luiz Carlos
04.02 - Sábado - 17:00h
Temor da morte – Q 941 a 942 - A cargo de Patrícia

Milenar Construção



É imprescindível que o homem não esqueça que ele é uma construção em andamento...Alguns ainda se encontram lançando os alicerces de si mesmo, outros já levantam paredes; alguns trabalham respaldando essa figurada edificação espiritual, raros já estão, digamos, na fase do acabamento...

Sem dúvida, o homem pode ser comparado, em seus anseios espirituais, à construção de uma casa... É indispensável que ele persevere, a cada dia acrescentando um tijolo a si mesmo, conforme o desenho do Projetista Divino que é Jesus.


O homem que não se levanta, segundo os parâmetros do Evangelho, assemelha-se à casa erguida sobre a areia... Essa construção, à qual simbolicamente nos referimos, é uma construção cotidiana, no entanto são muitos os que abandonam a si mesmo; poderemos vê-los na condição daquelas casas semiconstruídas, edificações que foram abandonadas pelos empreiteiros: em torno, cresce o mato, passando a ser depredada pelos vândalos...


Ninguém despreze ou desista de si mesmo, ninguém se sinta um projeto frustrado, ninguem desanime ou se entregue ao fracasso; cada dia é importante. A construção das pirâmides consumiu séculos e séculos, a edificação da muralha da China exigiu decênios de continuados esforços; a formação da Terra foi trabalho dos milênios...O espírito é mais importante do que qualquer orbe planetário, do que magnífico monumento chinês, do que a arquitetura egípcia...O espírito há de consumir um templo indefinido, todavia é importante que o interessado em sua própria edificação espiritual não se entregue ao desalento. Que se preocupe, a cada instante, em acrescentar algo a si mesmo; uma corrigenda aqui, outra ali; um pensamento que se assimila, uma idéia de que se desfaz; sentimentos que se transformam; conhecimentos novos que se adquirem...É assim que, seguindo o Projetista Divino, Mestre de Amor e de Sabedoria, o homem vai se levantando para Deus, vai se aperfeiçoando e se engrandecendo!
 

As oportunidades estão à sua própria volta...De onde o homem tira material para construir um edifício?! Da própria Terra!...O edifício é uma estrutura que se levanta a partir das entranhas da própria Terra...O espírito é uma luz que se alteia e resplandece a partir do próprio homem! Ao seu derredor, o homem encontra os elementos imprescindíveis à sua edificação. Esses materiais estão dentro de casa: são os seus familiares; nas ruas, são os estranhos...

Que Jesus nos possibilite entender que, na milenar construção de nós mesmos, somos, ao mesmo tempo, o pedreiro e o servente da obra em andamento!...


(Livro Mediunidade,Corpo e Alma/ Irmão José/ Carlos A. Bacelli)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Casas Espirituais


"Vós, também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual." - Pedro. (I
PEDRO, 2:5.)

Cada homem é uma casa espiritual que deve estar, por deliberação e esforço do morador, em contínua modificação para melhor.

Valendo-nos do símbolo, recordamos que existem casas ao abandono, caminhando para a ruína, e outras que se revelam sufocadas pela hera entrelaçada ou transformadas em redutos de seres traiçoeiros e venenosos da sombra; aparecem, de quando em quando, edificações relaxadas, cujos inquilinos jamais se animam a remover o lixo desprezível e observam-se as moradias fantasiosas, que ostentam fachada soberba com indisfarçável desorganização interior, tanto quanto as que se encontram penhoradas por hipotecas de grande vulto, sendo justo acrescentar que são raras as residências completamente livres, em constante renovação para melhor.

O aprendiz do Evangelho precisa, pois, refletir nas palavras de Simão Pedro, porque a lição de Jesus não deve ser tomada apenas como carícia embaladora e, sim, por material de construção e reconstrução da reforma integral da casa íntima.

Muita vez, é imprescindível que os alicerces de nosso santuário interior sejam abalados e renovados.

Cristo não é somente uma figuração filosófica ou religiosa nos altiplanos do pensamento universal. É também o restaurador da casa espiritual dos homens.

O cristão sem reforma interna dispõe apenas das plantas do serviço. O discípulo sincero, porém, é o trabalhador devotado que atinge a luz do Senhor, não em benefício de Jesus, mas, sobretudo, em favor de si mesmo.

Livro - Vinha de Luz - Pelo Espírito Emmanuel - Psicografia de Chico Xavier

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Transtornos

Porque transtornos apareçam, ninguém deve se entregar ao desânimo;
Porque transtornos surjam, ninguém deve perder a esperança;
Porque transtornos sobrevenham, ninguém deve se isentar do trabalho...

Para o rio, a enchente não deixa de ser um transtorno, no entanto, ele prossegue fiel ao próprio leito, correndo na direção do mar...
Para a árvore, o incêndio na floresta é um transtorno imenso, no entanto, ela prossegue produzindo, à espera da regeneração dos seus galhos, ramos e folhas...
Para a gleba, a erva daninha é inesperado transtorno na lavoura, no entanto, ela prossegue em seu desiderato, à espera de que o homem colabore, erradicando-lhe o joio ameaçador...

Transtornos são naturais na existência, são naturais na vida de qualquer espírito que esteja empenhado em sua iluminação. Não há ninguém sobre a face do orbe, espírito algum, no corpo ou fora dele, que não se submeta aos transtornos impostos pela Lei que aperfeiçoa os seres... Tudo sofre a fim de acomodar-se, tudo padece e tudo se aflige, com o propósito de acordar para o esplendor da Luz...

Ninguém se entregue ao abatimento, pelos transtornos cotidianos, dentro de casa, na rua, no ambiente de trabalho, com os transtornos de saúde, transtornos econômicos, embaraços profissionais, problemas de convivência, transtornos na aceitação de si mesmo...

Transtornos são naturais... A própria Terra, por vezes, se transtorna em sua estabilidade climática, ecológica e sideral, no entanto, serenamente, persevera em sua órbita...

Embora transtornados, prossigamos, mas não sem fé:
Transtornados, mas não desesperados;
Transtornados, mas não enlouquecidos;
Transtornados, mas não sem confiança;
Transtornados, mas não descrentes;
Transtornados, mas não de braços cruzados!...

Irmão José

Do livro – Mediunidade, Corpo e Alma – Carlos A. Baccelli/Espíritos Diversos